Assassin's Creed Wiki
Advertisement
Assassin's Creed Wiki
Íconedeera-IndivíduosÍconedeera-MemoriesÍconedeera-Assassinos


ACM Yamauchi Taka 2

Yamauchi Taka

Yamauchi Taka (1562 – 1639) foi um monge japonês e membro da Irmandade dos Assassinos, ativo durante o período Sengoku do Japão. Ele era um amigo do Assassino Hattori Hanzō, e, após a morte de Hanzō, trabalhou de perto com Tokugawa Ieyasu.

Biografia[]

Em junho de 1582, Taka fez contato com Chaya Shirōjirō Kiyonobu a fim de recuperar informações para uma missão a qual ele foi designado por Hanzō. Sabendo que Oda Nobunaga em breve seria atacado por seu vassalo Akechi Mitsuhide, Kiyonobu comandou Taka a retomar a Espada do Éden de Nobunaga antes que caísse em mãos inimigas. Em 21 de junho do mesmo ano, durante o ataque de Mitsuhide em Honnō-ji, Taka assassinou Nobunaga e trouxe a Espada à Assassina chinesa Liu Yan para transportar o artefato para longe do Japão.

Em 1596, Hanzō foi assassinado por Fūma Kotarō, e seu senhor Tokugawa Ieyasu estendeu a mão para Taka com a finalidade de investigar o assassinato. Percebendo que nenhum dos rivais de Hanzō tinha a vontade ou os recursos para lançar tal ataque, suspeitou-se que o regente imperial Toyotomi Hideyoshi estava por trás do acometimento. Em vista disso, Ieyasu expediu Taka a Date Masamune, um daimyo servindo Toyotomi relutantemente, com o propósito de encontrar quaisquer possíveis ligações. Após subjugar Masamune, Taka agiu sob a influência do conhecimento adquirido e matou Hideyoshi no Castelo Fushimi em setembro de 1598.

Depois que a terra foi dividida em leste e oeste na sequência da morte de Hashiba Hideyoshi, os Assassinos continuaram a apoiar os Tokugawa. Taka mais tarde participou na Batalha de Sekigahara em 21 de outubro de 1600 ao lado de Ieyasu e dos clãs do leste de Hi-no-Moto. Lutando ao lado de Ii Naomasa, esse foi gravemente ferido por uma unidade de rifles sob o comando de Shima Sakon. Taka assassinou Sakon para se vingar e assim garantir a vitória à Tokugawa.

Referência[]

Advertisement