FANDOM


Íconedeera-Origins

Siuá é um oásis e vilarejo localizado no Egito. Foi o lar do Assassino Bayek durante os reinos dos dois últimos Faraós do Egito, Ptolemeu XIII e Cleópatra VII.

HistóriaEditar

Devido à sua localização isolada das grandes cidades e núcleos políticos do Egito, a cultura grega da Dinastia Ptolemaica não tinha muita força em Siuá, e como consequência, os seus habitantes continuavam a respeitar a ordem militar dos Medjai e considerar Bayek um herói local.

Na década de 40 ACE, os soldados ptolemaicos começaram a ter uma presença mais forte em Siuá, causando leves distúrbios à paz dos moradores. Entretanto, em 48 AEC, o oráculo Medunamun foi posto no comando de Siuá, e começou a coagir a cidade sob seu controle, confiscando armas, maltratando moradores, executando rebeldes e protestadores, queimando as casas deles e interrogando os moradores mais velhos sobre o artefato antigo do Templo.

Felizmente, Bayek retornou à sua cidade natal e ajudou os moradores a resistirem contra Medunamun, culminando no assassinato do mesmo. Após isso, Siuá tornou-se muito mais estável, e permaneceu sob os cuidados do amigo de Bayek, Hepzefa.

Habitantes notáveisEditar

MarcosEditar

ReferênciasEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.

Fandom may earn an affiliate commission on sales made from links on this page.

Stream the best stories.

Fandom may earn an affiliate commission on sales made from links on this page.

Get Disney+