FANDOM


Íconedeera-OrganizaçõesÍconedeera-OcultosÍconedeera-Assassinos

"Eu errei em ser tão descuidada e matar pessoas em público, temos que trabalhar pelas sombras. Quando assassinamos, visamos só aqueles que merecem: as poucas almas doentias que tentam nos controlar... mas eles nunca vão saber quem somos. Poetas frios e calculistas da morte, sim, nós somos os Ocultos."
―Aya.[src]

Os Ocultos foram um grupo secreto que existiu na Antiguidade e nos primeiros séculos da Era comum, que foram precursores à Irmandade dos Assassinos, trabalhando na obscuridade e nas sombras com o objetivo de defender a liberdade e combater a opressão. Alguns indivíduos como Darius, Iltani e Wei Yu já lutavam pela liberdade séculos antes da origem formal dos Ocultos, que foram fundados por Bayek e Aya em 47 AEC, mas após isso com o tempo todas essas pessoas com objetivos foram se unindo no mesmo grupo.

Em 1050, eles vieram a serem conhecidos como Assassinos por causa das ações de Hassan-i Sabbāh, na Terra Santa.

HistóriaEditar

Nos séculos antes de sua formação oficial, vários indivíduos com objetivos dos Ocultos se destacaram, entre eles Iltani, Darius e Wei Yu, os assassinos respectivos de Alexandre o Grande, Xerxes I de Pérsia e Qin Shi Huang. No Egito nos últimos anos da Dinastia Ptolemaica, Bayek e sua esposa Aya fundaram os Ocultos junto com vários outros indivíduos após serem traídos por Júlio César e Cleópatra, que tornaram-se aliados da Ordem dos Anciões, inimigos mortais deles.

Dois senadores romanos - Marcus Junius Brutus e Gaius Cassius Longinus - juntaram-se aos Ocultos e junto com Aya (agora chamando-se de Amunet) mataram César e estabeleceram uma sede em Roma, mesmo com a derrota de Brutus e Cassius na Guerra Civil dos Liberatores. Bayek, por outro lado, permaneceu no Egito e estabeleceu uma sede em Mênfis, além de ter usado todos seus aliados e conexões que ele fez durante sua jornada de vingança para expandir os Ocultos.

Os Ocultos, nas décadas seguintes, mantiveram uma presença duradoura no Velho Mundo, com um equilíbrio de vitórias e derrotas contra a Ordem dos Anciões. Amunet matou Cleópatra,Leonius foi responsável pelo assassinato de Calígula e Aquilus diminuiu a influência da Ordem em Roma ao matar Caïus Fulvus Vultur. Os Ocultos passaram a se chamarem de Assassinos após os atos de Hassan-i Sabbāh no Levante.

MembrosEditar

PrecursoresEditar

Egito Ptolemaico / República RomanaEditar

Império RomanoEditar

Aliados e fantochesEditar

ReferênciasEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.

Fandom may earn an affiliate commission on sales made from links on this page.

Stream the best stories.

Fandom may earn an affiliate commission on sales made from links on this page.

Get Disney+