Assassin's Creed Wiki
Advertisement
Assassin's Creed Wiki
"Aqueles que se agarram à vida, morrem; aqueles que desafiam a morte, vivem."
- Hattori Hanzo. 

Hattori Hanzo (1542 - 23 de dezembro de 1596) foi um dos vassalos de Tokugawa Ieyasu, o último dos três unificadores do Japão feudal. Um samurai famoso e ninja, Hanzo também era um membro da Irmandade dos Assassinos durante o Período Sengoku.

Biografia []

Início da vida []

Hattori Hanzo recebeu seu treinamento ninja na província de Iga. Além disso, foi treinado como samurai, e sua habilidade com a yari (lança) era lendária. Em algum momento, tornou-se vassalo do daimyo Tokugawa Ieyasu.

Quando os Assassinos souberam da expansão da Ordem dos Cavaleiros Templários em direção ao Japão, procuraram recrutar novos aliados. Ninjas como Hattori Hanzo foram introduzidos na Irmandade, de quem os Assassinos, por sua vez, aprenderam novas habilidades e técnicas.

Luta pela Espada do Éden[]

Os Assassinos, eventualmente, formaram uma aliança com Ieyasu, e juntos traçaram um plano para recuperar uma Espada do Éden e ajudar Ieyasu a conquistar a terra. Hanzo trabalhou de perto com Chaya Shirojiro Kiyonobu, que muitas vezes atuou como um contato em nome de Ieyasu.

Em 1571, por ordem de Ieyasu, Hanzo assassinou o daimyo Mōri Motonari, um forte opositor de Oda Nobunaga, que era um dos aliados de Ieyasu, a fim de permitir que Nobunaga conquistasse as terras do clã Mōri. Dois anos mais tarde, depois que as forças de Tokugawa e Oda lutaram contra o clã Takeda na Batalha de Mikatagahara, Hanzo recuperou a Espada do Éden de Takeda Shingen, após assassiná-lo.

Cinco anos depois, em 19 de abril de 1578, Hanzo assassinou o Templário Uesugi Kenshin, também rival de Ieyasu. Em junho de 1582, chegou a Tokugawa Ieyasu a notícia de que Akechi Mitsuhide planejava trair seu senhor Oda Nobunaga, que tinha estado em posse da Espada do Éden. Hanzo ficou com Ieyasu para garantir a segurança do seu senhor, e encarregou um outro Assassino, o monge Yamauchi Taka, para viajar até o templo Honnō-ji e recuperar a Espada do Éden de Nobunaga. Taka matou Nobunaga durante o ataque de Mitsuhide e entregou a Espada para a Assassina Liu Yan, que a levou para a China.

Vida posterior[]

"Eu lamento o fato de que nossa relação chegou ao fim, justamente quando estava se tornando rentável para mim. Aproveite o que pouco resta de sua vida, ninja".
- Kiyonobu a Hanzo, 1590.

Após a morte de Nobunaga, seu vassalo Toyotomi Hideyoshi assumiu a missão de unificar o Japão. Ele derrotou Tokugawa Ieyasu e fez com que este lhe jurasse lealdade. Chaya Shirojiro Kiyonobu tentou estabelecer uma rota comercial para levar suprimentos para Ieyasu.

Em algum momento durante a década de 1590, Hanzo foi incumbido de caçar a Templária Mochizuki Chiyome, uma ninja que anteriormente trabalhou para Takeda Shingen. Baseado nas informações de seus espiões. Hanzo a seguiu até sua residência em Shinano, onde a assassinou.

Hattori Hanzo acabou sendo morto por seu rival Fuma Kotaro em 23 de dezembro de 1596, na capital Tokugawa de Edo.

Galeria[]

Advertisement