Íconedeera-Memórias.pngÍconedeera-AC1.png


Este artigo é sobre a memória de Altaïr Ibn-La'Ahad. Você pode estar procurando pelo Avatar Animi de mesmo nome.

Guardian (Guardião, em tradução livre) foi uma representação livre de uma das memórias genéticas de Altaïr Ibn-La'Ahad, revividas por Desmond Miles em 2012 através do Animus.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Altaïr seguiu a ordem de Al Mualim e partiu para ajudar a defender o vilarejo de Masyaf dos ataques Templários. Enquanto saía da fortaleza, ele encontrou Rauf novamente, que lhe instruiu a manter os inimigos distraídos, para que os outros tivessem tempo de retornar à fortaleza.

[editar | editar código-fonte]

Altaïr deixou a sala de estudos de Al Mualim e se dirigiu aos portões da fortaleza. Chegando lá, ele foi interceptado por Rauf.

  • Rauf: Altaïr! Que bom que você veio. Precisamos de sua ajuda!
  • Altaïr: O que aconteceu?
  • Rauf: Os Templários. Eles atacaram o vilarejo. Muitos do nosso povo conseguiram fugir. Muitos... mas não todos.
  • Altaïr: O que você precisa que eu faça?
  • Rauf: Distraia os Templários. Mantenha-os ocupados enquanto eu resgato aqueles que ainda estão presos lá.
  • Altaïr: Como desejar.

Altaïr seguiu para o vilarejo e, no caminho, foi interceptado e atacado por Cavaleiros Templários. Conseguindo matar todos eles, seguiu em direção aos portões do vilarejo. Assim que chegou lá, o surgimento de reforços templários em grande número obrigou os Assassinos a recuarem para a fortaleza, e a batalha cessou repentinamente.

  • Abbas: Parem de atacar e voltem para Masyaf! Al Mualim ordena!

Resultado[editar | editar código-fonte]

Altaïr prestou auxílio à Rauf, distraindo os agressores, dando aos outros Assassinos tempo para salvar os civis de Masyaf e recuar para a fortaleza.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.