Assassin's Creed Wiki

Editando

Ezio Auditore da Firenze

1
  • A edição pôde ser desfeita. Por gentileza, verifique o comparativo a seguir para se certificar de que é isto que deseja fazer, salvando as alterações após ter terminado de revisá-las.
ver versão atual Seu texto
Linha 1: Linha 1:
{{Era|indivíduos|AC2|AC2D|ACB|ACR|PL|ACRE|ACM|CC|DYL|ACI|livrode2|livrodeB|ACRS|Revelações|QF|ACL|ACA|ACE|Assassinos|Em destaque}}
+
{{Era|AC2|AC2D|ACB|ACR|PL|ACRE|ACM|CC|DYL|ACI|livrode2|livrodeB|ACRS|Revelações|QF|ACL|ACA|ACE|Assassinos|Em destaque}}
 
{{Citação|Eu vivi minha vida o melhor que pude, sem saber seu propósito, mas puxada para a frente como uma mariposa para uma lua distante; e aqui, finalmente, descubro uma verdade estranha. Que sou apenas um condutor, para uma mensagem que escapa da minha compreensão.|Ezio Auditore da Firenze em seu papel como "o Profeta", 1512.|Assassin's Creed: Revelations}}
 
{{Citação|Eu vivi minha vida o melhor que pude, sem saber seu propósito, mas puxada para a frente como uma mariposa para uma lua distante; e aqui, finalmente, descubro uma verdade estranha. Que sou apenas um condutor, para uma mensagem que escapa da minha compreensão.|Ezio Auditore da Firenze em seu papel como "o Profeta", 1512.|Assassin's Creed: Revelations}}
 
{{Infobox de Personagem
 
{{Infobox de Personagem
Linha 153: Linha 153:
   
 
===The bonfire of the Vanities (a fogueira das vaidades)===
 
===The bonfire of the Vanities (a fogueira das vaidades)===
Após Ezio retornar da Espanha muitas coisas haviam mudado na Itália: o Rei Carlos VIII da França havia declarado guerra contra os italianos, o Imperador alemão Maximiliano I acaba entrando em conflito com o Rei da França e os Reis Católicos da Espanha decidem se aliar aos italianos nesta guerra contra os franceses (o Rei Manuel I de Portugal decidiu ficar de fora deste conflito pois não era do interesse do país, que estava mais interessado nas Grandes Navegações). No meio desta época de guerras ocorre a morte de Lorenzo de Medici e depois da morte de Lorenzo , o monge louco [[Girolamo Savonarola|Savanarola]] foi capaz de facilmente assumir o controle sobre[[Florença]] com a [[Pieces of Eden|Apple]] em seu comando. Ele ensinou a população de Florença que a propriedade pessoal e do conhecimento faz a diferença entre ricos e pobres. Portanto, ele queimou tudo relacionado ao Renascimento nesse bloco de memória.
+
Após Ezio retornar da Espanha muitas coisas haviam mudado na Itália: o Rei Carlos VIII da França havia declarado guerra contra os italianos, o Imperador alemão Maximiliano I acaba entrando em conflito com o Rei da França e os Reis Católicos da Espanha decidem se aliar aos italianos nesta guerra contra os franceses (o Rei Manuel I de Portugal decidiu ficar de fora deste conflito pois não era do interesse do país, que estava mais interessado nas Grandes Navegações). No meio desta época de guerras ocorre a morte de Lorenzo de Medici e depois da morte de Lorenzo , o monge louco [[Girolamo Savonarola|Savanarola]] foi capaz de facilmente assumir o controle sobre[[Florença| Florença]] com a [[Pieces of Eden|Apple]] em seu comando. Ele ensinou a população de Florença que a propriedade pessoal e do conhecimento faz a diferença entre ricos e pobres. Portanto, ele queimou tudo relacionado ao Renascimento nesse bloco de memória.
   
 
[[Ficheiro:Assacreed2_b15_451.jpg|thumb|left|350px]]Ezio e [[Nicolau Maquiavel]] queriam acabar com Savonarola, com a ajuda de seus dois companheiros na cidade, [[Paola]] e [[La Volpe]] . Ezio começou a eliminar a lavagem cerebral dos seguidores do monge, enquanto Nicolau, [[Paola]], e Volpe organizaram um motim na cidade.
 
[[Ficheiro:Assacreed2_b15_451.jpg|thumb|left|350px]]Ezio e [[Nicolau Maquiavel]] queriam acabar com Savonarola, com a ajuda de seus dois companheiros na cidade, [[Paola]] e [[La Volpe]] . Ezio começou a eliminar a lavagem cerebral dos seguidores do monge, enquanto Nicolau, [[Paola]], e Volpe organizaram um motim na cidade.
Linha 175: Linha 175:
 
[[Ficheiro:Sem_título.png|thumb|400px]]
 
[[Ficheiro:Sem_título.png|thumb|400px]]
   
<p class="MsoNormal">Ano de 1500, o novo Rei da França Luís XII, buscando vingança pela derrota dos franceses na guerra anterior se alia aos Estados Papais e declara guerra as cidades-estados italianas, que recebem novamente apoio dos Reis Católicos da Espanha, sendo que o Imperador da Alemanha decidiu ficar de fora deste conflito (curiosidade: é o ano em que o navegador português Pedro Alvares Cabral descobriu o Brasil, enviando uma carta sobre a descoberta da nova terra ao Rei Manuel I). De volta a Monteriggioni, Ezio é surpreendido por um ataque das tropas papais lideradas por Cesare Borgia, duque italiano filho do papa Alexandre VI (Rodrigo Borgia) que aproveitando a guerra atacou a cidade. Sendo pegos de surpresa a defesa da cidade tenta atrasar as tropas papais, através do uso de canhões até que toda a população fuja. 
+
<p class="MsoNormal">Ano de 1500, o novo Rei da França Luís XII, buscando vingança pela derrota dos franceses na guerra anterior se alia aos Estados Papais e declara guerra as cidades-estados italianas, que recebem novamente apoio dos Reis Católicos da Espanha, sendo que o Imperador da Alemanha decidiu ficar de fora deste conflito (curiosidade: é o ano em que o navegador português Pedro Alvares Cabral descobriu o Brasil, enviando uma carta sobre a descoberta da nova terra ao Rei Manuel I). De volta a Monteriggioni, Ezio é surpreendido por um ataque das tropas papais lideradas por Cesare Borgia, duque italiano filho do papa Alexandre VI (Rodrigo Borgia) que aproveitando a guerra atacou a cidade. Sendo pegos de surpresa a defesa da cidade tenta atrasar as tropas papais, através do uso de canhões até que toda a população fuja. </p>
 
 
 
<p class="MsoNormal">Mario, que estava em posse da PoE vai para a linha de frente enfrentar as tropas que invadiram a cidade onde acaba sendo morto por Cesare que captura o pedaço do Éden. Ao mesmo em que Mario era morto, Ezio é baleado nas costas por um soldado de Cesare que usava um novo tipo de arma e perde a consciência.  Após recuperar a mesma, ele ajuda alguns mercenários a retirarem o resto dos habitantes da cidade através do Santuário. Ezio pede que sua família fuja para Florença enquanto ele se encaminha para Roma para enfrentar Cesare e recuperar o PoE. Porém, ainda não totalmente recuperado de seu ferimento da bala, Ezio acaba desmaiando no caminho. Ele acorda já em Roma na casa de uma estranha que diz que  o homem que o levou até lá pediu que ele se encontrasse com Niccolò Machiavelli.
 
 
 
 
<p class="MsoNormal">No caminho para encontrar com Niccolò Ezio escuta a conversa de dois guardas que estavam ferindo um civil inocente que estava “causando problemas”, seguindo os guardas e ajudando o civil Ezio fica sabendo que a esposa do mesmo havia sido executa por um aliado dos Borgia. Ezio encontra esse aliado e o elimina, continuando seu caminho para encontrar Niccolò.
 
   
  +
<p class="MsoNormal">Mario, que estava em posse da PoE vai para a linha de frente enfrentar as tropas que invadiram a cidade onde acaba sendo morto por Cesare que captura o pedaço do Éden. Ao mesmo em que Mario era morto, Ezio é baleado nas costas por um soldado de Cesare que usava um novo tipo de arma e perde a consciência.  Após recuperar a mesma, ele ajuda alguns mercenários a retirarem o resto dos habitantes da cidade através do Santuário. Ezio pede que sua família fuja para Florença enquanto ele se encaminha para Roma para enfrentar Cesare e recuperar o PoE. Porém, ainda não totalmente recuperado de seu ferimento da bala, Ezio acaba desmaiando no caminho. Ele acorda já em Roma na casa de uma estranha que diz que  o homem que o levou até lá pediu que ele se encontrasse com Niccolò Machiavelli.</p>
   
  +
<p class="MsoNormal">No caminho para encontrar com Niccolò Ezio escuta a conversa de dois guardas que estavam ferindo um civil inocente que estava “causando problemas”, seguindo os guardas e ajudando o civil Ezio fica sabendo que a esposa do mesmo havia sido executa por um aliado dos Borgia. Ezio encontra esse aliado e o elimina, continuando seu caminho para encontrar Niccolò.</p>
   
 
[[Ficheiro:Fabio_ezio_e_niccolo.png|thumb|left|320px|Ezio, Fabio e Niccolò]]
 
[[Ficheiro:Fabio_ezio_e_niccolo.png|thumb|left|320px|Ezio, Fabio e Niccolò]]
   
<p class="MsoNormal">Uma vez com Niccolò, Ezio é apresentado a Fabio Orsini, primo de Bartolomeo d'Alviano que servia nas tropas de Cesare. Fabio cedeu aos Assassinos um velho deposito na sua Ilha Tiberina esperando que um bom uso seja feita da mesma.  
+
<p class="MsoNormal">Uma vez com Niccolò, Ezio é apresentado a Fabio Orsini, primo de Bartolomeo d'Alviano que servia nas tropas de Cesare. Fabio cedeu aos Assassinos um velho deposito na sua Ilha Tiberina esperando que um bom uso seja feita da mesma.  </p>
 
 
   
 
A partir daqui, Ezio viajou para a Rosa in Fiore em uma tentativa de reunir o apoio das cortesãs da cidade. Quando ele chegou no entanto, ele descobriu que madonna Solari, a chefe do bordel, havia sido sequestrada pela Cento Occhi, jagunços de Cesare, e estava sendo mantida como refém.
 
A partir daqui, Ezio viajou para a Rosa in Fiore em uma tentativa de reunir o apoio das cortesãs da cidade. Quando ele chegou no entanto, ele descobriu que madonna Solari, a chefe do bordel, havia sido sequestrada pela Cento Occhi, jagunços de Cesare, e estava sendo mantida como refém.
  Carregando editor