FANDOM


Íconedeera-Cultura

O diário do analista de pesquisa da Abstergo Entertainment é o registro pessoal do analista titular, detalhando suas primeiras cinco semanas de emprego na Abstergo Entertainment.

Entradas do diárioEditar

Diário de trabalho – semana 1

Meu primeiro dia de trabalho e fui designado para o projeto de maior prestígio da companhia: o projeto Amostra 17. Meu trabalho é pesquisar a vida do pirata Edward Kenway e encontrar sequências promissoras para usar em futuros produtos da Abstergo.

A produtora executiva da Amostra 17, Melanie Lemay, é uma líder apaixonada e enérgica. E o CCO da empresa, Olivier Garneau, parece um cara legal. Mal posso esperar para me estabelecer e começar a trabalhar...

Diário de trabalho – semana 2

Falei com Melanie Lemay sobre recompensas e bônus.

Visitei Olivier Garneau em seu escritório. Ele me pediu para priorizar a busca de Edward pelo chamado Observatório.

Fui contatado pelo "John do T.I.". Ele me pediu para acessar o computador de um colega e recuperar um arquivo de vídeo para ele.

Entreguei este vídeo (um vídeo estranho de autópsia) para uma entregadora chamada Rebecca na entrada.

Também percebi que o barista daqui é meio dândi... um tanto irritante.

Até agora, tudo bem. Uma semana realmente produtiva!

Diário de trabalho – semana 3

Uma semana inquietante, devo dizer! Saí do sistema e recebi uma mensagem para encontrar Melanie perto do elevador. Fomos de elevador para o escritório de Olivier, mas ele me barrou da reunião no último minuto.

Enquanto esperava, John me contatou de novo. Ele pediu para que eu o ajudasse a calibrar algumas câmeras de segurança. O resultado foi que acabei espionando por acidente a reunião de Olivier com Melanie. Ele[sic] estavam no telefone com uma mulher chamada Laetitia, uma executiva da Abstergo Entertainment, pelo que parece.

Laetitia exigiu que eles intensificassem a busca pelo Observatório. Melanie tentou assegurar que isto estava acontecendo. Olivier tentou conter sua raiva. Mas John, ouvindo, estava extasiado. A chamada terminou com uma menção ao encontro dos acionistas em Chicago.

Foi aí que as coisas ficaram estranhas: John explodiu em um acesso de raiva e exigiu que eu invadisse o escritório de Olivier para roubar a programação do encontro dos acionistas, ameaçando me expor por hackear computadores e câmeras. Não tendo outra opção, me esgueirei no escritório do Olivier pelo terraço, invadi seu computador e peguei a programação.

John falou sobre os Templários, afirmando que eles "mandam na Abstergo" e outro grupo. Ele parece mentalmente doente.

Mais uma vez, entreguei a programação para a mulher, Rebecca, que parece ser mais que uma simples entregadora.

John pareceu se acalmar depois disso. Ele disse que eu estava livre para voltar ao trabalho. Tenho medo.

Diário de trabalho – semana 4

Quando saí da minha sessão do ANIMUS, descobri que não estava mais em meu cubículo. Alguém me transportou, enquanto eu estava no ANIMUS e vulnerável, para um lugar diferente.

O rosto de Melanie apareceu numa tela próxima e ela me disse que eu estava em algum tipo de local de contenção com outros colegas. Eles estavam conduzindo uma investigação interna e nos moveram para cá para ficarem de olho. É para nossa própria segurança, suponho. Ela parecia compreensiva e me aconselhou a manter a esperança e tentar continuar trabalhando.

Logo que ela desligou, John ligou. Ele não estava incomodado pela minha situação, mas pelo menos prometeu limpar meu nome. Ele destrancou as portas da minha cela e mandou eu me esgueirar na sala do servidor do prédio inteiro. Melanie estava lá por alguma razão, mas John conseguiu tirar ela do caminho.

No momento em que invadi o servidor, vi uma aparição surgir em minha frente. Ela ficou falando sobre ser muito cedo, enquanto ao mesmo tempo, John perdia a calma no comunicador. Quando ela partiu, John deixou poucas dúvidas sobre o que ele esperava que acontecesse aqui: ele queria que a aparição tomasse meu corpo e estava audivelmente irritado quando isso não aconteceu.

No fim, eu busquei refúgio em meu trabalho. Talvez as memórias de Edward e seus segredos pudessem clarear minha situação atual.

Diário de trabalho – semana 5

John tentou me matar. Eu acordei com ele me espreitando como uma velha cobra. Ele parecia estranhamente familiar, e quando falou, eu descobri por quê: ele era a imagem cuspida de Bartholomew Roberts. Ele resmungou algum tempo sobre sua amada, o espectro do servidor eu suponho, e sobre como ele era um tipo de figura renascida. Porém, antes que ele pudesse elaborar mais, seguranças da Abstergo chegaram. John resistiu e o mataram a tiros.

Melanie se desculpou profusamente sobre minha detenção e me agradeceu pelo meu trabalho. Acho que acredito nela. Ela sempre pareceu sincera...

Toda essa experiência me abalou, eu queria apenas ir para casa… mas fui logo contatado pela entregadora e pelo barista das primeiras semanas. Meus instintos sobre eles se provaram corretos. Eles parecem pertencer a esse coletivo "Assassino" e me encorajaram a continuar hackeando os servidores da Abstergo. Com o nível de segurança que tenho agora, duvido que me peguem de novo. Não em breve, pelo menos. Não sei o que fazer agora… me demitir? Ou continuar. Ainda há muito trabalho para fazer...

ReferênciasEditar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.

Fandom may earn an affiliate commission on sales made from links on this page.

Stream the best stories.

Fandom may earn an affiliate commission on sales made from links on this page.

Get Disney+