FANDOM


Íconedeera-IndivíduosÍconedeera-DiscoveryÍconedeera-RevelationsÍconedeera-RogueÍconedeera-Assassinos

Logopequenodawikipédia
ACD Christoffa Corombo

Cristóvão Colombo

Christoffa Corombo (italiano: Cristoforo Colombo; 1450 ou 1451 – 20 de maio de 1506), melhor conhecido pelo nome Cristóvão Colombo, foi um navegador nascido italiano, colonizador e explorador que trabalhou com a nação da Espanha. Suas viagens levou à consciência europeia dos continentes americanos, apesar de sua intenção original ser encontrar uma rota para a Índia, indo ao oeste.

Ele também foi crucial para a proteção da maçã do éden, onde com a ajuda do Mestre Assassino Aguilar de Nerha, escondeu-a em seu túmulo após sua morte, infelizmente ela foi recuperada pelos templários em 2016 com a ajuda de Callum Lynch, um descendente de assassino, porém, após perceber o erro que cometeu, buscou ajuda de outros assassinos e recuperou com sucesso a maçã do éden.

Biografia Editar

Em 1491, Cristóvão Colombo foi contatado por Rodrigo Bórgia, Grão-Mestre da Ordem dos Templários, que ouviu de seus planos para navegar ao oeste e queria marcar uma reunião com ele. Ele se ofereceu para financiar a exploração, enquanto o próprio Colombo não poderia recolher dinheiro suficiente. O amigo do Colombo, Luis de Santángel, o avisou que a reunião foi uma armadilha, mas Colombo se recusou a ouvir. Luis então contatou Antonio de Magianis, que o aconselhou a contratar o Assassino Ezio Auditore da Firenze para supervisionar a reunião como uma precaução.

A reunião foi na verdade uma instalação, mas Ezio chegou a tempo de salvar Colombo dos guardas dos Bórgia. Assim que eles chegaram em segurança, ele e Luis pediram para Ezio ajudá-los através da aquisição de um atlas com um mapa de Piri Reis necessário para a viagem de Colombo. Ezio concordou em ajudá-los, e com sucesso devolveu o atlas para eles.

No ano seguinte, Colombo tentou ganhar o financiamento para sua expedição a partir da Rainha Isabel I de Castela, mas ela se recusou a financiar a viagem, enquanto seus fundos ainda eram escassos depois da guerra com Maomé XII de Granada. O Rei da França se ofereceu para dar a Colombo os fundos necessários, e o explorador partiu para encontrá-lo. No entanto, isso acabou por ser outra conspiração dos Templários, e Ezio chegou bem a tempo de protegê-lo.[1]

Referências Editar

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.

Fandom may earn an affiliate commission on sales made from links on this page.

Stream the best stories.

Fandom may earn an affiliate commission on sales made from links on this page.

Get Disney+