Assassin's Creed Wiki
Advertisement
Assassin's Creed Wiki
ACS DB O Animus

O Animus foi o ápice da criação do falecido Dr. Warren Vidic, a principal autoridade no mundo sobre memória genética, que obteve primeiro grau de sua classe em Estudos de Coisas Inúteis na Universidade dos Pirados. Embora o Animus seja uma invenção da Indústrias Abstergo, nossa própria bruxa da computação, Rebecca Crane, conseguiu construir uma versão do dispositivo para os Assassinos.

(ISSO AÍ, CONSTRUÍ MESMO! -RC)

Por favor, não use minhas coisas enquanto atendo o chamado da natureza, Rebecca. De qualquer forma, desde a criação da tecnologia Animus em 1980, Abstergo a utilizou em, pelo menos, 17 indivíduos de teste, e a máquina em si passou por várias iterações. Em 2002, eles começaram a produzir Animi em massa, instalando em locais ao redor do planeta. Os templários criaram o Programa de Treinamento Animi para poder treinar seus soldados, como o sempre charmoso Otso Berg, em combate.

No começo, o Animus podia apenas exibir memórias genéticas de um indivíduo da mesma linha de sangue. Porém, conforme a tecnologia evoluiu, a Abstergo desenvolveu o Scanner de Despejo de Dados, que permitia a usuários reviverem memórias genéticas de outras pessoas. Isso foi primeiro utilizado no projeto Legacy, uma iniciativa criada para obter novas informações sobre Assassinos e Peças do Éden.

Dr. Vidic usou o Animus em uma tentativa de encontrar uma Maçã do Éden para completar o projeto do satélite Eye-Abstergo. Quando o indivíduo 16 cometeu suicídio, levado à loucura pelo efeito de sangramento (resultado de uma superexposição ao dispositivo), a Divisão de Pesquisa Genealógica e Aquisição entregou o indivíduo 17, um homem chamado Desmond Miles. Embora Desmond tenha sido capaz de localizar uma Maçã do Éden, ele escapou com a ajuda dos Assassinos, e depois voltou para matar Vidic.

Em 2012, Abstergo Entertainment usou a tecnologia para criar simulações históricas interativas, começando com a Libertação. Embora Abstergo divulgue isso como produto de entretenimento, é mais correto dizer que é uma "lavagem cerebral que também te espia".

Advertisement