FANDOM


Íconedeera-Cruzada SecretaÍconedeera-Mundoreal

Este artigo é sobre o romance do mundo real. Você pode estar procurando pelo diário de Nicolau Polo.

Assassin's Creed: A Cruzada Secreta foi o terceiro romance baseado na série Assassin's Creed, escrito por Oliver Bowden, publicado pela Penguin Books, traduzido pela Galera Record no Brasil e pela Saída de Emergência em Portugal.

O livro conta a história completa do Assassino Altaïr Ibn-La'Ahad, narrada por Nicolau Polo, o pai do grande explorador Marco Polo. Ao narrar a vida de Altaïr, o livro permanece na perspectiva de terceira pessoa, mas muda para primeira pessoa quando Nicolau narra sua própria vida.

SinopseEditar

Muito antes de Ezio Auditore nascer e lutar pelo Credo dos Assassinos, a poderosa Irmandade já estava em plena ação. É Nicolau, pai do famoso Marco Polo, quem, em 1257, revela a história de Altaïr Ibn-La’Ahad, um dos mais importantes e extraordinários entre os Assassinos.

Os acontecimentos que mudarão dramaticamente o Credo e a vida de Altaïr começam em Acre, 1191. É quando ele, a pedido de Al Mualim, parte para recuperar um artefato precioso na Terra Santa. Mas, devido à arrogância e impulsividade, ele falha e prejudica não só a Irmandade como pessoas próximas. Poupado da sentença de morte, o jovem Altaïr precisa reaprender a ser um Assassino e deve enfrentar nove cruéis inimigos, entre eles o Templário Robert de Sablé, para demonstrar seu compromisso com a própria redenção e a Irmandade.

É o início de uma cruzada secreta, uma missão reveladora em uma vida marcada pelo sofrimento e pela superação, na qual conceitos como lealdade, autoconhecimento e traição nunca foram tão fortes. Conheça o verdadeiro significado do Credo dos Assassinos.

EnredoEditar

Em breve

Diferenças em relação aos jogosEditar

AssassinatosEditar

  • No romance, Altaïr mata Guilherme de Monferrato antes de Abu'l Nuqoud e Jubair al Hakim antes de Sibrand. No jogo, embora a escolha seja ultimamente do jogador, é sugerido que as sequências acima sejam o inverso.
  • Altaïr já sabia que Robert não estava realmente no funeral de Majd Addin ao tentar matá-lo, enquanto no jogo ficou chocado ao descobrir isso.
  • As cenas de últimas palavras dos alvos acontecem, mas são explicadas como assassinatos furtivos ou pelo motivo dos guardas ficarem chocados com o Assassino.

EquipamentosEditar

  • A recuperação das facas de arremesso e espada de Altaïr não é mencionada.
  • Na capa do livro, uma Besta é vista com Altaïr, mas no jogo ela foi cortada.

MissõesEditar

  • A caça à Masun em Masyaf não acontece no romance. Ao invés disso, Altaïr imediatamente cavalga para Damasco com o objetivo de matar Tamir.
  • Altaïr não interage com informantes no livro.
  • No romance, o resgate do Assassino capturado é visto por Altaïr após matar Addin.
  • Altaïr mata Jubair no Madrasah, enquanto no jogo ele precisa identificá-lo em meio aos seus seguidores.

ReferênciasEditar

  • Assassin's Creed: A Cruzada Secreta

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.

Fandom may earn an affiliate commission on sales made from links on this page.

Stream the best stories.

Fandom may earn an affiliate commission on sales made from links on this page.

Get Disney+